• |Ester 1:1| Foi no tempo de Xerxes1, que reinou sobre cento e vinte e sete províncias, desde a Índia até a Etiópia2.

  • |Ester 1:2| Naquela época o rei Xerxes reinava em seu trono na cidadela de Susã

  • |Ester 1:3| e, no terceiro ano do seu reinado, deu um banquete a todos os seus nobres e oficiais. Estavam presentes os líderes militares da Pérsia e da Média, os príncipes e os nobres das províncias.

  • |Ester 1:4| Durante cento e oitenta dias ele mostrou a enorme riqueza de seu reino e o esplendor e a glória de sua majestade.

  • |Ester 1:5| Terminados esses dias, o rei deu um banquete no jardim interno do palácio, de sete dias para todo o povo que estava na cidadela de Susã, do mais rico ao mais pobre.

  • |Ester 1:6| O jardim possuía forrações em branco e azul, presas com cordas de linho branco e tecido roxo, ligadas por anéis de prata a colunas de mármore. Tinha assentos de ouro e de prata num piso de mosaicos de pórfiro, mármore, madrepérola e outras pedras preciosas.

  • |Ester 1:7| Pela generosidade do rei, o vinho real era servido em grande quantidade, em diferentes taças de ouro.

  • |Ester 1:8| Por ordem real, cada convidado tinha permissão de beber o quanto desejasse, pois o rei tinha dado instruções a todos os mordomos do palácio que os servissem à vontade.

  • |Ester 1:9| Enquanto isso, a rainha Vasti também oferecia um banquete às mulheres, no palácio do rei Xerxes.

  • |Ester 1:10| No sétimo dia, quando o rei Xerxes já estava alegre por causa do vinho, ordenou aos sete oficiais que o serviam — Meumã, Bizta, Harbona, Bigtá, Abagta, Zetar e Carcas —


Estude Mais